sexta-feira, 18 de maio de 2012

Gémeos


Gémeos




Gémeos é o terceiro signo do zodíaco e forma com Balança e Aquário a triplicidade dos signos de Ar. Signo masculino, é também um dos quatro signos mutáveis, juntamente com Virgem, Sagitário e Peixes. Como signo mutável de Ar, é o explorador, o distribuidor, polinizador de ideias por excelência.

Em Gémeos encontramos o impulso que nos leva ao questionamento, à indagação. Encontramos a curiosidade que nos leva à contínua colocação de perguntas e a disponibilidade e versatilidade que nos guiam no sentido da comunicação, no sentido do estabelecimento de relações entre pessoas ou ideias. Em Gémeos somos movidos pelo prazer que a busca nos proporciona, pelo movimento... não tanto pelo encontro das respostas. A curiosidade e o prazer da busca são os seus maiores dons. É a eterna criança questionadora e criativa… criança que muitas vezes não quer crescer…  num mundo de possibilidades infinitas onde a variedade de experiências não acaba nunca, crescer, comprometer,  encontrar um sentido, um caminho… respostas… parece limitador. Assim, o seu maior dom pode ser também a sua maior sombra. É personificação da dualidade, o arquétipo da humanidade – a luta entre os irmãos Pollux e Castor, bom e mau, os opostos eternos que caracterizam a condição da encarnação…tão presentes no seu símbolo (II) que nos lembra o número 2 em numeração romana.

Gémeos é regido por Mercúrio, o mensageiro Alado dos Deuses, filho mais inteligente de Zeus. Está relacionado com o mito de Castor e Póllux: Triste pela morte do irmão Castor numa batalha contra Idas e Linceu, Póllux pede a Júpiter, seu pai, que o traga de volta à vida. Tocado pela demonstração de amizade dos irmãos, Júpiter determina que Póllux partilhe a sua imortalidade com Castor, alternando diariamente com ele a vida e a morte.

Um dos maiores dons de Gémeos é também a partilha. Em gémeos partilha-se. Partilha-se o que se aprende, o que se experiencia. E a partilha é um dos pressupostos para que possa haver relação… estar aberto a todas as possibilidades, ver os vários lados de uma mesma questão, não se focalizar em “verdades” absolutas tendo sempre em conta que podem existir várias verdades…ver a especialidade das coisas simples da vida, a especialidade dos homens comuns... a sabedoria do comum, de ver o extraordinário no ordinário... O não pré-conceito, dá a Gémeos a capacidade de chegar tanto ao príncipe como ao pescador… tanto ao intelectual como ao merceeiro…tanto ao sábio como ao homem comum. É fácil falar, ouvir, compreender quando todos falamos a mesma língua… É fácil ser “espiritual” quando estamos num meio receptivo… menos fácil é “sê-lo” no super mercado. Gémeos funciona como uma lente que traduz o saber, a “verdade” que vai encontrando, na língua de quem está a ouvir… adapta-se, sai da sua “cadeira” e senta-se na “cadeira” do outro.… Com Sagitário, signo oposto e por isso complementar, Gémeos aprende sobre o sentido, sobre dar sentido e significado ao que aprende e comunica. Gémeos aprende a usar uma “peneira” – milhares de informações, saberes, experiências chegam a nós… mas só algumas passam pela peneira, as que nos direccionam… as outras fazem-nos perder tempo e por isso não podem passar. Esta é a grande lição que Gémeos aprende com Sagitário -  reconciliar a polaridade, direccionar, sintetizar. Sagitário aprende com Gémeos sobre simplicidade e, principalmente, sobre multiplicidade – capacidade de dançar com a vida, ter “jogo de cintura”, relativizar.

 Em Gémeos ganhamos, através da experiência, a primeira relação entre a Alma e a Personalidade – pressentimos a Alma em confronto com a Personalidade. Mercúrio, planeta regente, vai oscilando entre os opostos. Planeta ligado à mente concreta, ao gémeo mortal (Castor) que representa a personalidade. É a mente inferior, a mente que procura incessantemente, classifica, divide… procura da informação pela informação, como uma forma de colmatar o vazio, o desconforto do confronto da polaridade … mente cheia, demasiado cheia. É necessária a actuação de Vénus (regente da Alma) para integrar a mente superior. Vénus actua para sintetizar amorosamente os opostos – é a Inteligência do Coração. Gémeos é um signo do 2ª Raio – Amor-Sabedoria – onde o conhecimento está ligado à capacidade de serviço. Comunicar amorosamente com um sentido de serviço. É a não identificação com a mente – servimo-nos da mente, não somos a mente.

Frases-chave de Gémeos:

Personalidade – “Que a instabilidade faça o seu trabalho”

Alma – “Reconheço o meu outro Eu e, na declinação do Eu, Eu cresço e brilho”





Vera Braz Mendes


11 comentários:

  1. Mesmo excelente Vera! Só falta nos contar...naturalmente é geminiana, não é?
    Bjs
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei saber!!! bem vinda ao clã!!!
      Beijos
      Astrid Annabelle

      Eliminar
  2. Ai..me fez bem reler Vera... como geminiana raça pura {signo solar e ascendente} eu me vi em todos os detalhes...
    Excelente! Sempre.
    Um beijo minha querida geminiana!
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  3. Bom dia Astrid! Obrigada pelas tuas palavras. Gosto muito quando passas por aqui. Sabes... Também a mim me fez bem reler

    ResponderEliminar
  4. Voltei a ler e a gostar. Como geminiano o nosso retrato-robot está muito bemfeito.

    Excelente trabalho.

    Parabéns.

    ResponderEliminar
  5. Li e vi-me ao espelho... fantástico!! Obrigada Vera.

    ResponderEliminar
  6. Tenho o sol e mercúrio em gémeos...revi-me totalm/

    ResponderEliminar